Estado

Casos de HIV e sífilis disparam no Paraná

radiocultura - 10/08/2017

O Ministério da Saúde divulgou dados do boletim epidemiológico, mostrando que os casos de HIV e sifílis adquirida, transmitidas sexualmente, dispararam nos últimos anos no estado do Paraná. De acordo com o estudo, entre 2010 e 2015, último ano com dados disponíveis, o número de notificações de HIV saltou 262%, enquanto os casos de sífilis o aumento foi de 14.114%.

Dados do Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST), Aids e Hepatites Virais (DIAHV), mostram que em cinco anos foram registrados 9.037 casos de sífilis adquirida no Estado. Em 2010, primeiro ano da análise, haviam sido 29 notificações. Em 2015, foram 4.122, um aumento de 82,1% na comparação com 2014, quando haviam sido 2.264 notificações.

Com relação aos casos de HIV, até 2012, o número de registros permanecia abaixo de 760 por ano. já em 2013 chegou a 1.401 notificações e em 2015, 2.242 notificações.

Desde o ano passado, o governo do estado promove a campanha “A Hora é Agora”, onde trailer de testagem rápida de HIV, Sífilis e hepatite percorreu os municípios com maior registro das doenças. Entre elas, Foz do Iguaçu, a segunda com mais casos proporcionalmente. Por isso, o trailer de testagem rápida permanece na cidade de fronteira, convidando a população a realizar o teste, além do atendimento especializado no Centro de Especialidades Médicas, anexo ao Hospital Municipal.

Desde julho passado, as farmácias no país passaram a vender o teste rápido para HIV, que pode ser comprado e testado por qualquer pessoa.




Deixe aqui seu comentário



Veja mais notícias: , ,